Este website usa cookies para melhorar a navegação dos nossos utilizadores. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Fechar ou Saber Mais
Temos visitante online, total de visitas: 38.298

Generalidades

DADOS GERAIS


Padroeiro: São João Batista;

Área: 3210,47 ha.;

Actividades Económicas: Agricultura (vinho, amêndoa, azeite) e pequeno comércio;

Gastronomia: Febras, Cabrito Assado, Fumeiro, Doce de Amêndoa, Bolos de Amêndoa, Bolas de Pele;

Locais de Interesse Turístico: Igreja, pelourinho, capelas lagaretas da calabra, moinho de vento, forno da telha, casa grande, fontanários, fontes de mergulho;

Flora: Vinha, olival, amêndoa;

Ecologia: Serra das Maias, Serra da Bandulheira, ribeira da Teja, Rio Torto, Barragem do Rio Torto.

 

                 

 

FESTAS E ROMARIAS


Festa de Santo António - Realiza-se a 13 de Junho


Festa de São João - Tem lugar no dia 24 de Junho


Festa do Senhor dos Aflitos - Realiza-se 1º fim-de-semana de Setembro

 

                       

 

CANTARES, LENDAS, HISTORIAS e MITOS

Conforme as actividades desenvolvidas, o povo cantava as suas cantigas:


VINDIMAS

Cantai, cantai,
Vindimadeiras,
Vossas canseiras
Não têm fim;

Cortai, cortai,
O cacho é louro,
Que o vinho é ouro
De Cedovim.

Chega a vindima,
E tudo anima,
Queima o calor;
Ao sol que brilha,
Trata a vasilha
O lavrador.

Depois as uvas,
Limpas das chuvas,
Vão p’ró lagar;
Ali pisadas,
Fazem-se em chagas
P’ra fermentar.

Feita a colheita,
Põe-se à espreita,
Para levar;
Em S. Martinho,
Prova-se o vinho
Na paz do lar.

 

MONDA DO TRIGO

Vamos p’rá monda do trigo,
Nos campos de Cedovim;
A nossa terra é tão linda,
Mais linda não há assim.

Vamos p’rá monda do trigo,
No vale da Fieitosa;
A terra de Cedovim,
É rica e é formosa.

As moças de Cedovim,
Como rosas e frescores;
Enchem a sua cestinha,
De flores e amores.

Vamos p’rá monda do trigo,
Nos campos da nossa aldeia;
Deus nos conserve a alegria,
E a paz que a gente anseia.

É tão bela e tudo encanta,
A nossa simplicidade;
E de nada nos importa,
As modas lá da cidade.

Cantai raparigas todas,
Viva o baile e a loucura;
Haja palmas muitas palmas,
Neste dia de ventura.

Ó meu rico Cedovim,
A quem tenho tanto amor;
No tempo da primavera,
Tu és um jardim em flor.

 

Ao nível do religioso, os cantos populares tinham também a sua expressão:


ENCOMENDAÇÃO DAS ALMAS

Bendito e louvado seja,
O Santíssimo Sacramento
Do Altar, e a puríssima
Conceição, Senhora Nossa.

Acorda cristão acorda,
Desse sono tão profundo;
Vem rezar um Padre-Nosso
Pelas almas do outro mundo.

Olha cristão não te deites,
Nessa cama descansado,
Queiras Deus não amanheças,
No inferno sepultado.

Se isso te acontecer,
Triste será de ti;
Penarás eternamente,
Pelos séculos sem fim.

Rezemos um Padre-Nosso
Com uma Ave-Maria,
Ao Santíssimo Sacramento
Que não nos deixe morrer em pecado.

Rezemos um Padre-Nosso
Com outra Ave-Maria,
Ao Senhor dos Aflitos
Que nos livre d’agonia.

Rezemos um Padre-Nosso,
Com outra Ave-Maria,
Em louvor do Santo Mártir
Que nos livre da Malina.

Rezemos um Padre-Nosso,
Com outra Ave-Maria,
Pelos que andam sobre as águas do mar,
Que nosso Senhor os traga a porto de salvação.

Rezemos um Padre-Nosso,
Com outra Avé-Maria,
Pelas almas do Purgatório
Que o Senhor as alivie.

Rezemos um Padre-Nosso,
Com outra Ave-Maria,
Em louvor das cinco chagas
De Nosso Senhor Jesus Cristo.

Senhor Deus, misericórdia
Santíssima Virgem, misericórdia
Senhor Deus, misericórdia.

Vem cristão ver o martírio,
Da Mãe do Senhor Jesus;
D’ânsia o coração partido,
Permanece ao pé da Cruz.